19 de maio de 2012

Medianeras - Buenos Aires na época do amor virtual



Um colega de classe em um dia um tanto "incomum" me recomendou esse filme argentino por conta de uma conversa que estávamos tendo, no mesmo dia fui procurar para baixar, e alguns dias depois durante minha viagem para Bauru, assisti e recomendo!

A história acontece em Buenos Aires, mas ela pode ser totalmente aplicada em qualquer cidade grande, ou até mesmo as que não são. A cidade mudou muito em muito pouco tempo, a arquitetura não é a mesma, ela é brutal, só se preocupa em organizar o mínimo de espaço para maior número de empreendimentos possíveis, a internet nos trouxe mais informação, mas também o isolamento, as fobias são cada vez mais comuns e os relacionamentos são diferentes. Os personagens principais são um designer gráfico que tem pânico de sair de casa e uma arquiteta que trabalha decorando vitrines de lojas de roupas, ambos morando em seus apartamentos minúsculos com uma só janela, sozinhos. A história se desenrola de uma maneira muito interessante, não vou contar porque não saberia e porque é um filme que não tem muito o que ficar explicando, tem que ver mesmo.

O que eu, como estudante de arquitetura achei interessante, foi a maneira como o filme abordou o tema. Não sei se concordo plenamente que "a arquitetura isola as pessoas em seus apartamentos", afinal não creio que a arquitetura em si, sozinha, tenha tal efeito, para o bem ou para o mal.
Já sobre a internet eu concordo em boa parte, internet hoje em dia toma muito do nosso tempo e se tornou a principal forma de entrar em contato com as pessoas, depois do ambiente de trabalho e estudo. Nós perdemos 1 hora fácil no Facebook e afins, e é muito mais fácil falar com seus amigos que já não estão mais tão próximos de você pelo MSN ou Skype do que marcar um encontro físico. As pessoas tem seus horários apertados e distintos. Está aí também uma razão do "encolhimento" das casas e apartamentos (além do lucro), as pessoas passam tanto tempo trabalhando que a casa se torna apenas um dormitório.

Enfim, eu recomendo, dá para tirar e filosofar sobre muita coisa, refletir sobre os nossos hábitos, e tenho certeza que quando ver pela segunda vez, verei ainda mais coisas interessantes que passaram desapercebidas pela primeira.

Um comentário:

  1. Ai fiquei curiosa pra assistir! Já vou colocar na listinha. Não conheço muito do cinema argentino, mas indiquei um filme argentino muito legal no meu blog..
    http://maybii.blogspot.com.br/2011/12/un-cuento-chino.html

    Você super merece ser elogiada, sério... Desenha muito bem.
    Achei bem interessante teu comentário sobre se o Mc Donald's e afins não estragava a arquitetura da cidade, respondi no novo post mesmo, pra outras pessoas ficarem sabendo também.

    ;)

    ResponderExcluir