4 de setembro de 2012

Un cuento chino


Não sei porque demorei tanto para ver esse filme, só me arrependo pelo tempo que fiquei enrolando. Muita gente tinha me falado dele no ano passado e já tinha visto indicações em blogs, mas sempre fui deixando para lá, quando há algumas semanas no inglês tive uma aula que falava sobre lendas urbanas, e adivinha? Uma delas falava exatamente da vaca caindo no barco pesqueiro japonês, e logo o assunto do filme veio à tona. Finalmente decidi assistir, e como já disse ali em cima, eu recomendo muito para quem ainda não viu!

Un cuento chino (Um conto chinês) é um filme de comédia argentino (só vi dois filmes argentinos na vida, mas caramba, parece que a coisa é boa heim?) por Sebastián Borensztein, protagonizado por Ricardo Darín (Roberto), Muriel Santa Ana (Mari) e Ignacio Huang (Jun). Como eu sou péssima para fazer resenha, vou só falar bem mais ou menos da história e pular logo para o que eu gostei no filme. 

Roberto é um homem rabugento, dono de uma loja de ferramentas, quase não sai de casa e portanto é um homem bem solitário, mas tudo isso muda quando ele encontra Jun, um jovem chinês que se perde em Buenos Aires procurando pelo seu tio. Daí para frente, Roberto parece não conseguir mais se livrar de Jun, e acaba ajudando o rapaz.

O que eu achei muito legal neste filme foi a idéia das histórias improváveis e como elas se juntaram e mudaram a vida de ambos. Apesar da barreira linguística, eu acho que pode-se dizer que Roberto e Jun se tornaram bons amigos. É gente, não se pode subestimar a presença e a passagem de pessoas pela sua vida, são elas que podem fazer toda a diferença, de onde quer que elas sejam.

E como sempre nunca consigo expressar tudo o que senti, mas tudo bem, vocês mesmos podem sentir vendo o filme, reafirmo que vale a pena!

Ah, e eu diquei curiosa a respeito de uma coisa no filme! Vocês que já viram, podem me esclarecer? Atenção, contém spoilers!

Então gente, quando o Roberto recebe a ligação da embaixada dizendo que finalmente tinham achado o tio verdadeiro e passa o telefone para Jun e ele começa a chorar, a impressão que me deu foi de que o tio havia falecido, faz sentido? Do jeito que ele chorou pareceu, mas depois ele pegou o avião para se encontrar com o tio dele e tudo mais. Fiquei pensando se ele foi para se encontrar com o tio ou porque ele já não queria mais ser um peso para Roberto. O que vocês acham, estou viajando? Acho que vou ver a cena uma segunda vez para entender melhor.

2 comentários:

  1. Esse filme é demais, também recomendo muito. Já fiz uma postagem no blog sobre ele, vi umas 2 ou 3 vezes já.. É bem gostoso de ver..

    Eu também achei que o tio dele tinha morrido, mas acho que no fim eles se encontraram mesmo...

    Ps: Teu header ficou lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom mesmo! Lembro que todos comentavam ano passado e eu tinha visto o post no seu blog, mas por preguiça fui deixando para lá, e só me arrependo disso! haha
      Parece né? Mas acho que ele não teria pego o avião se tivesse morrido mesmo...

      Obrigada! Ficou bem clichê, mas eu gostei! :)

      Excluir