22 de fevereiro de 2013

London Experience: museus e galerias com entrada franca


Uma das coisas que mais me impressionou em Londres foi a entrada franca em vários museus, sendo que as exposições são de qualidade e enooooormes! Tem exposições dentro desses museus que são pagas, daí vai de cada um ver o que mais interessa. Também tem várias "caixas" espalhadas pelos museus pedindo doações para ajudar a manter a entrada franca e o acervo deles.

Não vou ficar postando muitas fotos que eu tirei das exposições porque eu acho que isso é uma coisa que não tem muita graça de ficar olhando por foto, o legal mesmo é você ir e ver com os próprios olhos.


British Museum


O British Museum expõe artefatos de várias partes do mundo e de vários períodos históricos. Inclusive quando eu estava lá teve uma exposição paga sobre a "Arte moderna da era do gelo", e lá estava exposta a escultura mais antiga encontrada do mundo, que é uma figura de uma mulher encontrada na República Tcheca (inclusive eu e mais outro brasileiro fomos graças ao "grandpa", nosso colega de sala da República Tcheca que queria ir lá ver e pagou a entrada para a gente! Obrigada grandpa!) :D

Acho que o que mais chama atenção lá são coisas do Egito, múmias, Grécia, Roma, que tem em maior quantidade, mas lá tem muita, mas muita coisa mesmo!

As estações de metrô mais próximas são a Russel Square e Holborn (pertinho de onde eu estudei!).



Já tinha achado o interior bonito por fotos, pessoalmente não foi diferente.







National Gallery e National Portrait Gallery

Entrada do National Gallery (Trafalgar Square).

Entrada do National Portrait Gallery (rua ao lado direito olhando de frente para o National Gallery).

O National Gallery é uma galeria composta por quadros de diferentes épocas (não tem quadros modernos e contemporâneos) e o National Portrait Gallery é uma galeria com retratos antigos e atuais, sendo eles pinturas, esculturas, fotografias, etc.

É muita coisa para olhar num dia só se você gosta de pinturas, eu vi tudo numa tarde porque eu passo olhando rápido por aquelas que não me interessam muito (confesso que não tenho muita paciência para olhar quadros :P).

As estações de metrô mais próximas são a Charing Cross Station e Leicester Square.

Seguem fotos da Trafalgar Square (praça que fica em frente ao National Portrait Gallery) na neve! *-*

Olha a London Eye escondida ali no fundo!











Natural History Museum

Entrada principal.

Entrada da zona vermelha (geologia)

Acho que esse foi o museu que eu mais gostei apesar de dar uma dorzinha no coração de vez em quando por ver os animais empalhados hahaha!
O museu tem galerias divididas por zonas (vermelha, azul e verde), sendo que a zona vermelha tem uma entrada separada. A zona vermelha é sobre geologia, e as outras são sobre animais (resumindo bastante).
Tem vários esqueletos de dinossauros, um t-rex e outros dois dinossauros mecânicos animados, curiosidades sobre o funcionamento do corpo humano, esqueletos de baleias e outros animais, animais empalhados, fósseis, etc. Tem também atividades interativas que eu, como boa fuçona que sou, adoro hahahaha!
Tem o Cocoon também ao fundo do museu, que é uma construção em forma de "casulo gigante" abstrato em que você entra e lá tem explicações de como separar taxonomicamente os animais, como armazená-los, classificá-los, etc.

A estação de metrô mais próxima é a South Kensington (o Science Museum e o Victoria and Albert Museum são pertos também).








Darwin.








Science Museum

Não consegui tirar nenhuma foto da fachada do edifício, mas é ao lado da entrada da zona vermelha do Natural History Museum.

Lá tem desde invenções e tecnologia, até moléculas e materiais. Tem muuuuuitas atividades interativas e é um dos museus que eu mais gostei de visitar, por causa disso. Pena que eu passei meio que correndo por ele, mas deu para ver bastante coisa.

Maquete de uma fábrica de tecidos antiga.

Braço de um polvo-robô que vai servir para pegar objetos no fundo do oceano.


Um objeto impresso por uma impressora 3D e aquele fio enrolado ali no canto da foto é o cartucho, tem de várias cores.

Uma das partes que eu mais gostei foi o Web Lab feito pela Google. Na entrada você pega um cartão e com ele você segue por 5 experimentos: no primeiro, o Universal Orchestra, você faz uma "música" alterando notas por uma tela touchscreen da maneira que você quiser; no segundo, o Teleporter, você pode observar o oceano perto da costa da África, uma padaria nos Estados Unidos ou um outro-ambiente-que-eu-acabei-de-esquecer-qual-era (acho que era um aeroporto), por meio de câmeras instaladas nestes locais, e as imagens são reproduzidsa em um aparelho que imita a aparência daquele instrumento-de-submarino-para-observar-a-superfície-que-eu-esqueci-o-nome, que você pode girar e ter uma visão de 360 graus, em tempo real; no terceiro exprimento, o Sketchbots, um braço mecânico desenha seu retrato numa superfície de areia; no quarto, o Data Tracer, você escolhe uma imagem e vê a origem dela e por onde ela já andou; e finalmente no quinto, o Lab Tag Explorer, você vê os experimentos dos visitantes. Tudo o que você faz fica gravado no cartão que pego no começo da experiência, e assim você pode conferir depois em casa entrando no site da Web Lab e alinhando os pontos que estão nele na webcam:



Eu gravei o vídeo da terceira etapa, para quem quiser conferir, está aí embaixo :)



Meu retrato. E aí, ficou parecido ou não?

Muitos andares de diversão :D


Victoria and Albert Museum


O Victoria and Albert Museum contempla qualquer obra relacionada à design, de diferentes épocas, inclusive arquitetura e moda.
Confesso que achei que fosse gostar mais, mas não que eu não tenha gostado. Tem bastaaaaaaaaante coisa para ver, tive que gastar uma tarde toda e voltar outro dia para terminar de ver.

O legal é que lá você pode provar algumas peças de roupa de época, esqueci de tirar fotos, mas me diverti hahaha! Me falaram que tinha uma luva em malha de ferro para provar também, mas infelizmente eu não vi.






Já na entrada tem um objeto interessante que chama a atenção, essa luminária doida que parece bexigas (minha amiga falou que parece plantas).



Tinha uma exposição paga sobre figurinos utilizados em Hollywood. Queria ver, mas quando fui já era o último dia e já não tinha mais ingressos disponíveis. Mas entrei na lojinha da exposição e quis comprar tudo, o que eu mais gostei foram esses adesivos com personagens marcantes da história do cinema:

Adesivos que vendia na loja da exposição de Figurinos de Hollywood.

O prédio possui com um pátio central que tem uma depressão no centro que, se eu não me engano, no verão eles enchem de água.  




Gostei bastante da parte sobre moda. Tinha roupas muito bacanas de várias épocas :)

Esses vestidos doidos são super fotografáveis.





Maquete, maquete volumétrica e planta do Houses of Parliament.

Tinha uma ala enooorme só com trabalhos em vidro de diferentes épocas, muita coisa bonita para se ver de uma vez só.





Tate Britain

Infelizmente não consegui tirar nenhuma foto do Tate Britain, mas ele é um museu com quadros bem tradicionais e acadêmicos feito por artistas britânicos (se eu não me engano). É bem menor que o National Gallery, mas vale a pena ver (mesmo se você não gosta: é de graça! rs)

O Tate Britain fica perto da estação de metrô Pilimco.


Tate Modern


Essa foi a galeria que eu menos gostei, mas não que ela não tenha qualidade ou coisa do tipo, sou eu quem não é muito fã de arte moderna. Lá eu vi literalmente um espelho retangular exposto e desculpem, não tenho saco isso :P Mas para quem gosta deve ser legal.
Não consegui gastar mais de 3 horas lá por causa disso, maaasss, a lojinha do Tate Modern é muito legal, foi lá que eu comprei meus lápis-baqueta, e tinha muuuuitas outras coisas legais, como um apontador de lápis gigante que serve como porta-lápis. Queria tudo hahahaha!

O Tate Modern fica perto da estação de metrô Blackfriars.





Museum of London


O Museum of London conta a história da cidade, desde a pré-história até os duas atuais. A exposição é feita de ordem cronológica, então dá para ver todas as mudanças que ocorreram no decorrer do tempo.


Reconstituição de uma sala típica romana.

Acessórios para você experimentar! :D (acho que coloquei esse errado, mas tudo bem)







As maquetes táteis abaixo são para pessoas cegas terem noção de como são os edifícios! Aliás, em todos os museus tem muito disso, muito bacana.





Espero que tenham gostado do post!

2 comentários:

  1. É incrível como Londres foca bastante essa coisa cultural, ta aí o tanto de lugares sobre isso e gratuitos, né? Pelo post dá pra ter uma ideia, mas visitar esses lugares e ver tanto coisa interessante assim é outra coisa.
    Tô aqui babando nessas fotos, as coisas congeladas, que demais *.*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Cultura gratuita e tem gente que vai lá só para fazer compras, triste demais!
      Visão linda demais a neve, o chão branquinho e as fontes com algumas partes congeladas! *-* Quero mais disso na minha vida hahahaha!

      Excluir