19 de fevereiro de 2013

London Experience: St. Giles Internacional Central


O post de hoje é sobre a escola St. Giles Internacional, ela tem unidades no Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e Brasil. Eu estudei na unidade Central lá em Londres, perto das estações de metrô Russel Square e Holborn.

Esse prédio com o relógio é a St. Giles Central :)
A escola oferece diversas cargas horárias, mas aconselho a vocês escolherem somente aulas no período da manhã (20 lessons per week), porque todos com quem conversei a respeito das aulas de tarde disseram que  era um repeteco das aulas de manhã e que não valia a pena, ainda mais se você pensar que você pode passear à tarde.

É a escola e não a agência de viagens que decide em qual homestay você vai ficar ou em que quarto do dormitório estudantil, e qualquer problema que você tenha com a sua estadia, eles tem uma sala com os responsáveis por esse assunto.
O homestay é mais barato que ficar no dormitório, mas você tem que se virar para se deslocar da sua casa (que geralmente se situa entre as zonas 4 e 5) para a escola (zona 1), enquanto que o dormitório fica no próprio prédio da escola (ao menos da unidade Central). Porém o homestay é de meia-pensão, ou seja, você tem direito a café-da-manhã e janta, e se os seus hosts forem legais eles conversam com você durante as refeições e você consegue treinar o seu inglês. A minha host fazia questão de conversar com a gente (tinha um coreano na mesma casa que a minha) e corrigir erros de pronúncia e gramática, muito bacana. Mas acho que se você for ficar por mais que 1 ou 2 meses é legal você ficar no dormitório, já que assim você não precisa ficar sob as regras da casa de outra pessoa, e tudo mais.

No seu primeiro dia de aula (que sempre começa numa segunda-feira), professores te apresentarão a escola, o curso, os funcionários, corpo docente, e farão "provinhas" de curiosidades sobre Londres para você fazer em dupla e ir conhecendo o pessoal, além de um teste para saber em que nível você vai ficar. O teste é composto de 3 partes: gramática/vocabulário, escrita e conversação, e a partir dos resultados eles te separam de acordo com seu nível, sendo que cada sala tem no máximo 12 alunos.

Uma coisa que me "chateou" foi quando no dia seguinte, vi na lista de novos alunos que estava no Advanced e fui lá toda feliz para a sala. Enquanto esperava, foram chegando os outros alunos e na hora que a aula começou e todos foram se apresentando, aconteceu uma coisa que eu queria evitar: ficar numa sala cheia de brasileiros. De 6 pessoas, 5 eram brasileiros contanto comigo. Nada contra os brasileiros, afinal eu sou uma, mas eu queria muito mesmo conhecer gente do mundo afora, ouvir outros sotaques e saber mais de outros países. Fiquei em dúvida se pedia para mudar de sala no mesmo dia, mas acabei esperando. Porém, no segundo dia acabei indo falar com o pessoal da escola e pedi para mudar de classe, e assim fui para uma nova sala no terceiro dia. Mudei de sala, mas logo vi que era melhor eu voltar para a minha original, já que eu acabei em uma que já tinha começado faz um tempo e usava outro livro (já tinha comprado o meu). No mesmo dia pedi para voltar para a minha sala hahaha! Mas depois foram entrando mais pessoas, tanto brasileiros como gente de outras nacionalidades, e no todo a minha sala era muuuito legal, não me arrependo de ter voltado, nem de ter tentado mudar.
Mas sério, não entendi porque eles colocaram tantos brasileiros juntos, nas outras salas de Advanced a mistura de nacionalidades estava legal, dava para eles terem deixado a nossa mais misturada também.

((Ah, e falando em diferentes culturas, sempre é bom lembrar que respeito, tolerância e bom senso são mais do que bem-vindos. É óbvio que terão muitas pessoas que pensarão diferente, agirão diferente. Não sei porque gente com cabecinha fechada faz intercâmbio, só serve para passar vergonha. Não ataquem a opinião alheia, isso não é legal aqui, nem lá, e nem em lugar nenhum do mundo. Já que estou desabafando, vou falar mais uma coisa: sério gente, se vocês não quiserem estudar inglês, então não estudem. Não sei o que gente que fica reclamando que não queriam estar ali, fazem ali. O dinheiro (que são dos pais né) que você gasta com o curso e estadia você poderia muito bem gastar numa viagem dos seus sonhos aí. Então pensem direitinho e não desperdicem dinheiro dos seus pais assim, eles fazem de tudo por vocês cara! Dói no coração andar pelos corredores da escola e ouvir coisas como "que saco, só tô vindo aqui para pegar presença e o certificado pros véios me deixarem em paz". - momento desabafo acabou-))

O período da manhã é composto de 4 aulas, 3 primeiras com um professor, e a última com outro. Nossa sala acabou tendo quatro professores, já que a minha professora da primeira semana  das três primeiras aulas ia sair de férias para o Brasil (ela fugindo do frio e eu fugindo do calor hahaha!). Daí eles mudaram ambas as professoras e ficamos com outros dois para o resto do curso, todos muito bons! Gostei muito dos meus professores, eles souberam "ler" a sala, ver as nossas maiores necessidades e dificuldades e trabalhar nelas.

A escola também oferece passeios tanto pela cidade (musicais, peças de teatro, pub crawl, etc) quanto pelo Reino Unido e Europa (Stonehenge, Paris, Prague, Scotland, etc). É só avisar que você quer ir, pagar e ser feliz! Não fiz nenhuma viagem porque estava com grana contada e por isso decidi que queria aproveitar mais Londres mesmo, mas vontade não faltava. Entretanto, fui num musical (Wicked, que foi maravilhoso), a noite dos novos estudantes num pub ali perto da escola, e nos Pub Crawls.
Tem gente que fala que é "miado" essas saídas que a escola organiza, mas eu gostei e muito. Depende muito da participação dos alunos né, os mesmos alunos da noite dos novos estudantes eram os que participavam dos Pub Crawls. O Pub Crawl é organizado por dois professores que mudam a cada semana, e eles que escolhem os 3 pubs em que os alunos e eles mesmos irão. Dá para conhecer muita gente bacana :)

Eles podem fazer treinamentos de incêndio (tipo um alarme falso) enquanto você estiver lá (eu tive que fazer haha!), mas é sossegado, é só seguir as instruções que eles te dão no primeiro dia de aula. Esses treinamentos são importantes já que lá tem sistemas de aquecimento e eles usam muita madeira nas casas, ou seja, risco maior de incêndio.

A cada duas semanas eles realizam o Leaving Test, que são para alunos que ficaram no mínimo 4 semanas, e se você passar, a escola te dá um certificado que você passou nele além de ter feito o curso. Não é obrigatório, todos recebem um certificado de que realizaram o curso, mas é obrigatório é a presença em pelo menos 80% das aulas.

Se vocês estão querendo sugestões de em que escola estudar, eu recomendo sim a St. Giles, gostei muito dos professores, funcionários, atividades, infraestrutura e localização. Voltaria ali com certeza!

O próximo post será sobre o Oyster Card. Vai ser bem rapidinho, já que falei sobre ele no primeiro post. Depois dele vem os posts sobre o que eu fiz e onde eu fui lá em Londres. Espero que estejam gostando!

7 comentários:

  1. Que legal, Larissa! Tu realizou teu sonho de ir pra Londres, sempre fico feliz pelas pessoas quando realizam esses sonhos, é demais, né?
    Muito bom compartilhar experiências assim, é sempre válido e útil pra todo mundo que tem interesse no mesmo assunto. E para quem gosta de ler essas coisas, assim como eu! hahaha
    A escola parece ser boa mesmo, mas hj em dia é quase impossível escapar de brasileiros no exterior, estão por toda parte! E escolas sem brasileiros costumam ser caríssimas.

    Vou dar uma olhada nos teus outros posts.
    Beijos, té mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Consegui realizar esse sonho, sensação indescritível! *-*
      Sim, brasileiros estão em toda parte hoje em dia, em todo lugar que eu ia eu ouvia pessoas falando português hahahaha! Olha, nem precisava ser uma escola sem brasileiros, mas uma sala mais diversificada rs Mas no final entrou mais gente de outros lugares, fora que todos lá eram super gente boa :)

      Excluir
  2. Olá Larissa
    Acabei de fechar com a escola para Janeiro de 2014. Fiquei assustada com a quantidade de brasileiros. Nos outros níveis também existiam muitos? E a localização da escola, é realmente perfeita como dizem? Uma última coisinha, como ainda tenho tempo para juntar $$$ fiquei interessada nestas viagens. Qual o valor aproximado delas?

    Abraços

    Malu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Maria Luiza, época de férias é assim mesmo, vai ter muitos brasileiros! Também vai ter muitos koreanos porque também coincide com as férias deles :)
      Mas vai depender de muita coisa, eu caí numa sala com muitos brasileiros, mas nas outras de mesmo nível as nacionalidades estava melhor distribuída. Mas sempre tem a opção de mudar de sala! Qualquer coisa você conversa com o pessoal de lá e vê a melhor opção. Eu mudei de sala mas acabei voltando para a antiga, porque já era uma classe em andamento, etc etc.
      Eu gostei muito da localização da escola, é perto do British Museum e para ir para outros lugares como a Oxford Street e afins dá até para ir a pé. Para ir para outros lugares de metrô a partir daí também é bem fácil, já que ela fica na zona 1.
      Sobre as viagens, eu não sei dizer infelizmente, como eu sabia que meu dinheiro estava contado, não prestei muita atenção. Maaaas, eles distribuem folhetos com vários programas e os preços deles, tipo ida a musicais, essas viagens e afins, e talvez eu tenha guardado um desses folhetos. Vou procurar e quando puder eu volto aqui para te responder sobre isso, ok? :)

      Espero ter te ajudado! :)

      Excluir
  3. muito obrigada pela resposta e atenção! Passei o fds lendo os seus posts a respeito da viagem de intercâmbio e não vejo a hora de janeiro chegar!
    Vou aproveitar para te explorar um pouquinho!
    Você contratou transfer para ir do aeroporto para sua casa? E achegada na imigração foi tranquila?
    Um outro grande problema é o frio, levou roupas do Brasil... comprou em Londres... O que usava, como se vestia para proteger de um frio tão diferente do nosso?
    Vi que fez muitos passeios sozinha, é tranquilo andar pela cidade? Assim como você sou marinheira de primeira viagem!!!
    Uma última coisinha: e os gastos diários (alimentação, transporte, entrada em pontos turísticos) tem mais ou menos uma ideia? Estou receosa de quanto $$$ levar!!!

    Abraços e muuuuuuuuuuito obrigada!!!!

    Malu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Contratei transfer sim, fiquei com medo de me perder já que era minha primeira vez fora hahahaha! Fora que eu não ia encontrar nunca a casa que eu ia ficar, é tão diferente do Brasil o esquema das ruas, numeração, e etc!
      Então, a imigração foi super tranquila, e olha que meu inglês estava bem enferrujado! Os papéis que eles pedem para você mostrar depende de pessoa para pessoa, para mim só pediram comprovante de matrícula, residência e perguntou quanto tinha em dinheiro, daí eu falei quanto tinha em espécie e mostrei o extrato do visa travel money.
      Eu levei dois casacos pesados, sendo um deles um sobretudo e outro um agasalho que meu namorado me emprestou que ele usou lá e Bariloche hahahaha! Fora isso levei moletons, segunda pele... a minha camada de roupas era a seguinte: segunda pele, camiseta, moletom e o agasalho mais pesado por cima. Mas você só sente frio nas ruas, dentro dos edifícios tem aquecimento e tudo é muito tranquilo. Não senti frio com as roupas que usei, mas também depende do quão friorenta você é, como eu gosto de frio para mim foi bom hahahahaha! Mas se você não tiver muitas roupas de frio aqui, leva algumas e salva algumas libras para ir na Primark, uma loja de departamento super barata (tem algumas coisas bem cafonas lá, mas se você procurar, sempre vai achar algo bonito com um preço bom).
      Eu fiz praticamente todos os passeios sozinha, e foi muuuito tranquilo, e olha que andava com a minha câmera DSLR. Maaaaaaas, turista sempre terá cara de turista, e gente de má fé existe em todo o lugar, por isso é sempre bom andar com atenção. A tia de um amigo meu foi roubada porque confiou demais e descuidou de uma sacola. No começo eu senti um pouco de medo de andar por aí depois das 16h porque escurece a partir desse horário, mas depois eu fui acostumando e foi tranquilo.
      Sobre os gastos, a moça da CI me aconselhou 30 libras por dia, e foi mais ou menos por aí que eu levei, pude comprar souvenirs, ir em passeios pela cidade, mas faltou um pouco, não pude ir em tudo que eu queria (mas é questão de prioridades, eu comprei souvenirs demais aheuaheuaheuaehauehauehuheauehu ._.)

      Ufa! Ficou grande, mas espero ter te ajudado! :)


      Excluir
  4. Olá Larissa! Tudo bem?! Agora faltam apenas dois meses para minha viagem e o frio na barriga está começando!!!! Estou preocupadíssima com o teste de nivelamento. Como ele é feito: Prova aberta, múltipla escolha, listen... E o resultado sai no mesmo dia?

    Abraços

    Malu

    ResponderExcluir