19 de março de 2013

Trote solidário: doação de sangue


Este foi o primeiro ano que doei sangue, e foi pelo Trote Solidário que acontece aqui na UNESP de Bauru,  todo ano tem e este foi o sexto. Sempre quis ir, mas a data passava e eu só ficava sabendo depois, mas esse ano a minha roommate me lembrou e fomos juntas.
A UNESP (mais precisamente o RPJr) fornece um ônibus saindo do próprio campus e de uma lanchonete famosa na cidade, o Fliper, para ir ao centro de hemodiálise e também na volta. Chegando lá foi tudo muito tranquilo, eles pedem um documento de identificação, te dão uma ficha, e você espera ser chamado para cada etapa, que são o questionário da ficha, triagem e o recolhimento de sangue (eles recolhem 450ml).
O questionário contém perguntas para saber se você tem algum fator que te impeça de doar sangue, é rápido e super tranquilo. Na triagem você fornece o seu peso, altura, pressão, etc, e a enfermeira dá uma espetadinha no seu dedo para recolher uma pequena amostra do seu sangue, e finalmente você prossegue para a coleta.
Muita gente reclamou que a pressão abaixou, que sentiram fraqueza, calafrios, e afins, mas para mim deu tudo mais que certo e saí normalmente, sem nenhum incoveniente, só uma dorzinha no braço por conta da agulha, mas nada de mais. Fiquei super feliz que não tive nenhuma complicação, e com certeza vou doar o meu sangue mais vezes.

Se você tem vontade de doar sangue mas tem muito medo de agulha, aflição de sangue, etc, incentive um amigo a ir, tem sempre gente precisando das doações.
Boas doações para vocês! :)

2 comentários:

  1. Poxa, que trote bacana! Bem melhor que esses trotes imbecis que só servem pra ridicularizar as pessoas, acho tão besta. Legal usar isso pra fazer uma coisa boa.
    Eu não posso doar sangue porque não tenho peso, acredita? hahaha
    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Nunca entendi esse negócio de veterano ridicularizar os bixos, acho pura babaquice. Tem trotes muito mais divertidos e que integram as pessoas de maneira respeitosa e amigável.

      Sério? Que coisa! :( Nem sei quanto é o peso mínimo na verdade, ainda bem que pude doar hahahahaha!

      Excluir