17 de março de 2014

Mark Gatiss no Brasil (São Paulo)

Para quem não sabe, Mark Gatiss veio ao Brasil e visitou o Rio de Janeiro nessa sexta-feira (14) e São Paulo nesse sábado (15). Quem é Mark Gatiss? Mark Gatiss é o co-produtor das séries britânicas Sherlock e Doctor Who (que por sinal, são as minhas favoritas), além de ser escritor e ator (ele atua como Mycroft Holmes em Sherlock e já apareceu em Doctor Who).

Como já disse acima, Sherlock e Doctor Who são minhas séries favoritas, então quando soube que ele iria estar aqui em São Paulo, logo botei na minha cabeça que iria lá vê-lo. O encontro de SP aconteceu na livraria Cultura do Shopping Iguatemi, sendo que às 10h seriam distribuídas 200 senhas no local para a sessão de autógrafos que aconteceria após a palestra (19h). 
Eu sabia que iria uma certa quantidade de pessoas, mas nunca imaginei que iriam tantas, muito menos que teria gente esperando às 05h na porta do shopping para pegar a senha. Acabou que quando eu cheguei lá, já tinha pelo menos umas 300 pessoas, e eu não consegui uma (um minuto de silêncio, por favor hahahaha!). A verdade é que eu não tenho idade para isso, sério, mesmo se eu quisesse estar lá num horário desses, não teria como, já que dependo de transporte público. Apesar de estar de "férias", estou montando meu portifólio e por isso tenho ido dormir umas 04h da manhã, ou seja, não, não tenho idade para madrugar na porta de um shopping rs. Não estou dizendo que quem estava lá nesse horário está errado, é apenas uma questão de ter coisas para fazer ou não, ter disposição ou não, enfim, essas coisas.
Muita gente da fila da senha já ficou direto no "anfiteatro" da livraria para a palestra (mais para um Q&A na verdade). Como disse anteriormente, não tenho mais idade para isso, não iria aguentar ficar desde as 10h até às 19h fora que tive que voltar para casa por "n" motivos. Maaaas, como queria MUITO ver a palestra (estou chamando de palestra porque foi assim que a própria BBC chamou, mas como disse antes, foi mais um Q&A) e vi por fotos no Facebook que o lugar estava enchendo rapidamente, decidi ir mais cedo. E ainda bem que fiz isso, eu e meu namorado (que foi arrastado para o evento por mim, coitado hahahaha) ficamos presos na Av. Tiradentes por uns 45min, estava um congestionamento horroroso por conta do fechamento de duas faixas para manutenção da via. Chegamos lá e a aruibancada em si já estava lotada, sério, só de olhar eu ficava com dor, as pessoas pareciam estar espremidas demais. Mas como os arredores estava mais ou menos vazio, decidimos dar uma volta no shopping para comer alguma coisa. Quando voltamos, já estava mais cheio e acabamos ficando beeeeem no cantinho, como dá para ver nas fotos abaixo (tiradas com celular):


A primeira foto é a vista maravilhosa (claro que o adjetivo foi empregado de forma irônica) que tive do sr. Gatiss, e olha que essa era a melhor, já que na maior parte do tempo tinha pessoas na miha frente. O som reverberava de forma PÉSSIMA do lugar em que fiquei e não pude escutar e compreender metade do que ele disse, além dos gritos histéricos das fãs fanáticas que abafavam muita coisa do que ele dizia também. Mas parece que o som estava péssimo de todo o lugar, pelo que as pessoas falaram.
A palestra durou cerca de 40min, e logo que um staff anunciou que ela estava encerrada, seguranças acompanharam Mark de volta à sala dos fundos da livraria. Como vocês podem perceber pela segunda foto, o lugar ruim que eu estava pelo menos rendeu uma boa foto, já que para entrar e sair do "anfiteatro", ele passava pertinho.

O que eu achei, no todo? Achei que valeu a pena, mesmo eu sendo uma velha e ter ficado com muitas dores por causa do processo todo hahahaha! Foi muito legal poder ver e ouvir um cara tão talentoso como o Mark Gatiss, ainda mais porque ele é um fator de extrema importância que permite a permacência e existência das duas séries de que mais gosto. Maaaaaaaaaaaaaaaaaas, achei o evento em si uma desorganização total, o lugar estava abarrotado, um calor que ar-condicionado nenhum dava conta, gente sendo expulsa de um canto, gente sendo colocada em outro... enfim. Acho que o evento tinha que ter acontecido num lugar bem maior, ou então eles tinham que ter limitado o número de pessoas por senha, assim como foi no Rio de Janeiro. Também teria achado melhor que as coisas tivessem sido via online, como foi no caso da exposição do Game of Thrones. Assim, gente velha como eu poderia ter mais chances de ganhar uma senha rs. Mas falando sério, muita gente que trabalha de manhã ou então tem uma rotina cansativa não teve nem chance, não teve nem uma possibilidade de conseguir uma, se fosse online, seria mais democrático (ou não né, quem tem internet ruim ou não tem seriam prejudicados).
Outra coisa que me incomodou, como já disse acima, foram os gritos constantes das fãs histéricas enlouquecidas. Sério gente, quando ele entrou, tudo bem, mostra para a pessoa que ela é muito bem-vinda ali e tudo mais. Mas era grito para praticamente tudo que o homem falava. Não sei se sou eu que sou muito chata, mas por mim, não precisava de tudo aquilo, risadas e outras formas de feedback seriam muito mais apropriadas. É só se colocar no lugar dele, eu não ia querer ter que esperar uns bons segundos para voltar a falar toda santa vez que a platéia ficasse histérica por conta de algo que eu disse. Mas como já disse, talvez seja só chatice minha. Acredito que dê para demonstrar sua admiração, gratidão, enfim, de outras maneiras mais adultas e respeitosas.

Enfim, foi uma experiência muito legal, porém cansativa. Fico pensando se, se fosse o Benedict C. ou o Martin Freeman a vir, ou então o Matt Smith ou David Tennant (ou qualquer outro ator na verdade, hehe) eu teria coragem de ir, porque com certeza estaria muito mais lotado e com muito mais fãs doidas hahahahahaha!


Para quem quiser me seguir nas minhas outras redes sociais:



Até a próxima!

8 comentários:

  1. Me falaram a mesma coisa sobre as fãs enloquecidas, mas pelo jeito acho q o problema foram as fãs de sherlock... se fosse só do doctor who seria mais de boa, e eu teria ido. Curto muito sherlock e td mais, mas Doctor é amor (eterno) no coração <3
    Eu queria ter ido mas pensando bem tbm não tneho mais idade pra isso... =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, fãs de ambas as séries tavam doidas viu, vi monte de fez balançando na arquibancada assim como gente com camiseta "I'm xxxxLOCKED" hahahahaha! Ai gente, para que isso (sou velha e chata, fazer o que aheuaheuaheuaehua)
      Olha, foi difícil viu, se ele não fosse o co-produtor das minhas duas séries favoritas, pensaria mais vezes antes de ir, realmente precisa de muita energia e disposição, coisa que me falta ultimamente hahahahaha! x__x

      Excluir
  2. Ai, deve ser demais ir em "palestras" assim do seu ídolo, mas a histeria das fans realmente deve encher o saco hahah
    xx

    S2juuh.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é muito legal! Algo realmente indescritível, mas as fãs histéricas realmente enchem o saco hahahahaha :P

      Excluir
  3. Pra ver pessoas assim, umas loucuras as vezes vale a pena.. né? haha
    Isso me lembra as convenções de Supernatural, é tão caro, mas uma vez eu quase paguei pra ir ver, porque os atores estão lá e tudo mais... Mas uma vez tive sorte de encontrar um dos atores andando na Praça da Sé como se não fosse ninguém hahaha <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu lembro do seu post, achei tão legal! Que feliz coincidência, heim?
      Valeu a pena sim, mas pensaria um pouco mais nas próximas vezes... hahahahahaha! x_x

      Excluir
  4. Nossa, se a galera se descabelou desse jeito pelo Gatiss, se fosse o Benê ou o Tennant eles num iam conseguir nem abrir a boca pra falar um "a" que o povo ia ficar gritando HAHAHAH
    Não tive pique pra ir vê-lo, e sabendo que foi desorganizado fico ainda mais tranquila de nem ter tentado. Gosto muito das duas séries e acho o Gatiss genial, mas era capaz de eu gritar pra galera calar a boca :P

    Beijos!
    cerisepepper.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse o Benedict ou o Tennant o shopping estaria todinho lotado, não só a Livraria Cultura hahahahaha!
      Pois é, tipo, foi legal vê-lo e tudo mais, mas como eu disse, eu não entendi metade do que ele disse, então realmente não foi uma perda grande.

      Excluir