2 de dezembro de 2015

Highway 1 [parte I]


Assim como eu fiz com os vlogs, vou dividir a Highway 1 em dois posts, porque senão ele ia ficar maior do que já está. A verdade é que eu me empolguei bastante e tirei muuuita foto, foi dureza escolher algumas para colocar aqui haha!

Saímos de San Francisco no terceiro dia de viagem, e é engraçado em ver a paisagem mudando. Não precisa se afastar muito da cidade para ver casinhas de madeira, sem prédios e outros edifícios maiorzinhos.


E também não precisa ir muito longe para começar a ver o Oceano Pacífico (essa foi a primeira vez que eu o vi :) ).


Provavelmente gravando snaps haha!


Ao longo da Highway 1 (ou Route 1), tem vááários pontos de parada para você se maravilhar com o mar, mas acho que o trecho mais bonito realmente o do Big Sur, que fica depois de Carmel. Mas como vocês podem ver pelas fotos, os outros trechos não tem nada do que reclamar.

Eu já comentei isso no post sobre San Francisco, mas vou reforçar aqui também. Se você planeja pegar a Highway 1, é melhor você fazer no mesmo sentido que eu fiz, de San Francisco até Los Angeles, já que assim você fica na pista certa da estrada para essa lindeza toda ficar bem do seu ladinho e você poder parar nos mirantes. Acreditem, vale a pena!


Tem até algumas paradas que você pode andar na praia, mas a água não é apropriada para o banho. Mesmo porque se você viu o Vlog #2, sabe que tem umas espumas bizarras que ficam rolando por aí na areia. Uma água que forma espuma densa que se solta e rola por aí não deve ser lá muito boa mesmo haha!



Nessa parada, tinha esses passarinhos super fofos que faziam um buraco para eles se protegerem do vento e tomarem um solzinho. Achei muito fofo mesmo haha! *-*



Apesar de ter alguns pontos em que você pode parar e andar na praia, a maioria é só mirante mesmo, já que a maior parte da estrada fica na beira de paredões. Achei isso incrível, pois a única vez que peguei uma estrada assim à beira-mar num paredão foi indo para São Sebastião, geralmente eu só pego estradas indo em meio às serras.





Ah, e se preparem para muuuito vento (ao menos nesta época que eu fui) e muuuito cabelo bagunçado haha <3


O que eu mais me surpreendi na Highway 1 foi a variedade de paisagens. Geralmente as pessoas acabam enfatizando só o mar, mas pela estrada você também passa por casinhas, por plantações, por pastos (tinha um que tinha até zebra!), por pinheiros, por pedras redondas, pedras pontiagudas... enfim, você definitivamente não vai querer dormir, porque você vai perder muita coisa linda sim! Segura o jet lag aí!







A nossa primeira parada foi em Monterey. Monterey fica ao lado de Carmel, e é tipo Bertioga e Riviera de São Lourenço, Monterey é "menos gourmet" e Carmel é "gourmet", entende? Uma fica ao lado da outra mas o público para ambas é diferente.

Nós visitamos basicamente a Cannery Row, uma rua cheia de lojinhas e restaurantes e onde fica o aquário e o píer.




O aquário fica em uma das pontas da Cannery Row, e até onde eu pude entender, ela era uma antiga enlatadora (gente, me fugiu a palavra disso em portugues o_o). Na verdade, como já dá para ver pelo nome da rua, a rua toda era de peixarias e enlatadoras (pelo amor dos deuses, alguém me fala a palavra certa senão não vou mais morrer em paz hahaha!).


Logo depois da bilheteria do aquário tem uma breve explicação histórica do lugar com as latas de sardinhas, método de produção, etc.

Até onde eu sei, o aquário de Monterey é o maior do país, e ele realmente é bem grande sim, tem várias coisas legais para se ver. Acredito que se você gosta de aquários, essa é uma parada obrigatória.




Nós conseguimos pegar a galera do aquário alimentando as lontras, e eles explicaram que elas são resgatadas e todas fêmeas, e elas ajudam outras lontras a voltarem para a natureza. Apesar desse lado legal, eu ainda fico com aquele aperto no coração de ver elas num lugar tão pequeno.




Se tem uma coisa que eu gostei nessas cidades, foi os píers. Achei eles bem divertidos, principalmente esse de Monterey que tinha duas docerias com vitrines muito coloridas e cheia de guloseimas *-*
O píer dessa cidade é obviamente bem menor que a de San Francisco, mas eu gostei do mesmo jeito :)






Confesso que esse negócio é hipnotizante, acho que se eu não estivesse com outras pessoas tinha gasto uns bons 5 minutos olhando para isso haha!


  
Lá tinha vários restaurantes que pareciam gostosos, mas acabamos comendo num que meu namorado já tinha ido, o Fisherman's Grotto. Se vocês passarem por lá, eu recomendo!

Fun fact: eu pedi um prato com carangueijo, e eu na minha inocência achei que iria vir a carne fora do exoesqueleto, mas não, veio o bicho inteiro hahaha! x_x


E claro que eu não resisti à vitrine de doces e nem poderia terminar a viagem sem comer um caramel apple. Tinha de vários sabores, todos com caramelo mais alguma coisa. O que eu estou mostrando aí na foto é o de Rocky Road (lembra do sorvete no outro post?) mas para bem falar a verdade, o negócio é meio difícil de comer é bem doce, acho que o simples só com caramelo ia ser melhor.



E vejam agora o Vlog #2, para ver algumas coisas que eu não consegui tirar foto:




E é isso gente, até o próximo post!

Para quem quiser me seguir nas minhas outras redes sociais:

Twitter . Instagram . Flickr . YouTube . DeviantArt . Skoob

Nenhum comentário:

Postar um comentário