28 de dezembro de 2015

Los Angeles


Fiquei em Los Angeles por 4 dias, mas acabei visitando só pontos turísticos, não consegui passear pela cidade e sentir o real clima da cidade. Assim como San Francisco, eu espero voltar um dia para conhecer a cidade de verdade.


Chegamos em Los Angeles no pôr-do-sol, mas só conseguimos chegar no hotel de noite, porque? Por causa do trânsito da cidade, eu como paulistana me senti em casa hahahahaha! Então acabamos só jantando mesmo (fomos no City Walk do Universal Studios) e voltamos para o hotel para descansar para o dia seguinte.
A nossa primeira parada então foi o famoso letreiro de Hollywood. Sim, aquele que você já está cansado de ver, tanto é que eu cheguei lá e... ué, é só isso? Eu já sabia que não ia ser nada de cair o queixo, mesmo porque sei lá... é só um letreiro, mas achei que ia ser mais "tchans", sabe? Mas pelo menos dali dá para ter uma vista legal da cidade. Dizem que a vista do observaório da cidade é mais legal ainda, mas como o tempo era curto, só fomos até o letreiro mesmo.



Eu achei esse dente de alho muito exótico.


Depois de tirar umas fotos de turista (ah vai gente, confesso que eu curto umas fotos de turista sim) descemos e fomos para a calçada da fama (depois de se perder um pouco por causa do GPS). E novamente, eu achei que a coisa toda ia ser beeem maior e mais mirabolante. A parte da Hollywood Boulevard que realmente tem os cinemas, teatros e tudo mais são apenas dois quarteirões e eu achei que tudo era bem maior, não sei, impressão que tive dos filmes. Na real, a calçada da fama é um lugar bem chatinho, não tem muito o que fazer por lá além de olhar os nomes no chão e conhecer algumas lojas.



Turistas gonna turistar.



Fun fact: Los Angeles foi a primeira cidade em que eu consegui presenciar gente fazendo protestos com plaquinhas nas ruas. A única decepção é que na viagem toda eu só vi plaquinhas falando que vai todo mundo pro inferno, não vi nenhuma que os aliens estão chegando...


Depois do Hollywood Boulevard fomos até a Rodeo Drive, uma rua só com lojas muito chiques e caras. Assim... foi só para olhar mesmo HAHAHA! Mas foi muito legal ver a fachada das lojas, a vitrine, iluminação (bem coisa de quem trabalha fazendo loja de shopping), como o negócio é todo luxuoso, a coisa toda é bem caprichada e bem diferente. 




Depois da passada rápida pela Rodeo Drive, fomos até o píer de Santa Monica, sim, aquele com a roda-gigante e montanha-russa! Chegamos no pôr-do-sol e foi bem legal porque pudemos ver o píer de dia e de noite. Já falei nos outros posts mas repito aqui, eu adorei os píers, cada um é diferente do outro mas igual, sabe? Passear por eles é bem gostoso, ficar vendo os restaurantes, as lojinhas, os doces, as pessoas se divertindo...


Americano é realmente um povo super patriota, que hasteia a bandeira em todo lugar que eles conseguirem, mas também tem muita gente que não aguenta mais as guerras e fazem protestos como esse, que estava perto da escada que dá acesso ao píer. De noite, velas foram acesas em homenagem aos falecidos.

Desde sempre a decisão era de que só iríamos no Bubba Gump no píer de Santa Monica, então apesar da gente ter passado por muuuitos Bubba Gumps no caminho, só paramos mesmo para comer nesse.
O restaurante é todo temático, inspirado no filme Forrest Gump (duh). O garçom/garçonete que te atende faz um quizz sobre o filme, e quem acerta a última pergunta ganha um prêmio muuuuito especial (um monte de guardanapo enrolado no seu pescoço), e o legal é que o restaurante tem duas placas na mesa, o "Run Forrest Run" e o "Stop Forrest Stop", se você quiser que ele pare na sua mesa para te atender, você coloca no Stop, e se não precisar de nada deixa no Run. O clima é bem divertido, tem até copo que pisca e os atendentes são bem-humorados. A comida - pelo menos o prato que eu pedi - era muuuito gostoso, e se o dóllar não estivesse tão caro, ia ser muito mais barato que uma saída no Outback daqui, por exemplo, achei que valeu a pena :)




O píer de noite ganha outra cara, fica tudo iluminado e com cara de parque de diversões, bem diferente dos outros píers. Eu não andei na montanha-russa nem na roda-gigante, mas quem sabe numa próxima, né?




Depois do píer eu não registrei mais nada em fotos, mas nesse mesmo dia ainda passamos no Third Street Promenade, outra rua de comércio só que com lojas mais acessíveis, daquelas marcas que a gente sempre vê com lojas mais simples.

O dia seguinte foi inteiro dedicado à compras (quer dizer, eu não comprei nada haha), passamos em dois shoppings, um aberto e outro fechado. Achei bem interessante esse conceito de shopping aberto, já tinha visto em Londres e eu acho que é muuuuito melhor que os fechados (menos nos dias de calor, que deve ser um sufoco ficar fora). Outra coisa interessante é que lá é muito comum as pessoas levarem os cachorros para passear nos shoppings, eu realmente vi um mooonte.

Passamos o quarto e último dia em Los Angeles na Disney, também não vou ter fotos porque curtir o parque com uma DSLR não é nada prático hehe! Compramos o ingresso que dava entrada para ambos os parques, o Disneyland Park e o Disney California Adventure Park. Pelo que o meu namorado me falou, o Disneyland Park é o equivalente ao Magic Kingdom de Orlando e o Disney California Adventure Park, ao Isle of Adventure. E geeeeente, eu estou ficando velha, fui na montanha-russa e saí passando um pouco mal. Fui em brinquedos mais leves para ir me recuperando e ficou tudo bem. Chegou no simulador do Star Wars eu passei mal de novo, aparentemente meu corpo não aguenta movimento com cinema 3D haha!
Lá eu experimentei pela primeira vez o milho deles, que é bem docinho, é muito gostoso! Não é nem melhor nem pior que o nosso, só é diferente.
Gente, juro que não sou muito de dar muita bola para os filmes da Disney, mas a parada e o show de fogos é realmente beeeem legal! Mesmo que você não goste de contos-de-fada, você fica intrigado em como eles conseguem fazer todos aqueles carros e bonecos se mexerem, é de brilhar os olhos, sério, muito bonito e bem feito! Eu simplesmente babei nas roupas de LED dos dançarinos (dá para ver um pouco no vlog)!
O jantar foi no Downton Disney, depois da parada, que é quando o parque fecha. O legal de ter ido nessa época do ano, é que o parque estava beeeem vazio, deu para ir em muita coisa sem muita fila. Então fica a dica para você que não gosta de filas e multidões assim como eu!

Partimos para Las Vegas bem cedo no dia seguinte, mas isso é assunto para outro post :)

Deixo aqui o Vlog#4 do Nice to meet you USA! para vocês verem algumas das coisas que não apareceram em foto por aqui:




Até a próxima!


Para quem quiser me seguir nas minhas outras redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário